Origem, tempo e matéria. Um olhar interpretativo sobre a coleção de brinquedos em depósito na ESE-IPP

Em curso

Sobre

O projeto em questão, integra-se na área temática de Cultura, Arte e Educação e diz respeito à coleção de brinquedos em depósito na ESE-IPP, na qual se inserem brinquedos, material escolar e monografias, datados do século XX, pertencentes aos colecionadores Acúrcio Moniz e Armando Dourado.

 Este tem como objetivos o estudo, investigação, divulgação, conservação e aprofundamento dos conhecimentos acerca da análise e da caracterização da coleção, desenvolvendo para isso capacidades que facilitem a reflexão sobre as suas potencialidades, devido ao facto de, até aos dias de hoje, a sua exploração ser escassa, o que torna estes objetivos pertinentes.

Os mesmos serão alcançados recorrendo principalmente à investigação das peças através da observação direta, da pesquisa bibliográfica, do cruzamento de dados de museus do brinquedo e de outros centros de arquivo de informação, assim como da colaboração dos respetivos colecionadores, que têm um papel fundamental no âmbito da compreensão da génese das peças.

 Assim sendo, o enquadramento teórico inerente ao projeto, diz respeito principalmente à história do colecionismo, do seu valor e do seu percurso; ao surgimento e evolução do conceito de museu, que é sem dúvida fundamental para entender as técnicas a adotar para proteger as peças, através de tratamentos adequados onde se insere também a conservação de bens patrimoniais, proporcionando-lhes uma esperança média de vida sustentável; à importância do brinquedo e do brincar; à inventariação e catalogação de peças, sendo esta crucial para proceder à inserção destas no conjunto; e à história do brinquedo português, sendo esta extremamente relevante para que se compreenda o contexto e importância destes bens, pois trata o tempo, espaço, materiais de fabricação e fabricantes de brinquedos que foram os responsáveis pela criação das peças em estudo e estas questões são fundamentais para que entendamos as diferentes etapas históricas, sociais, económicas e políticas durante o século XX, às quais estes bens estão ligados. Neste ponto inserem-se por exemplo, temas como a Primeira e a Segunda Guerra Mundial, cujas envolventes contextuais económicas e sociais contribuíram para imprimir alterações no fabrico de brinquedos portugueses, por exemplo através da necessidade de encontrar soluções para a falta de materiais, que levou ao uso de excedentes da indústria conserveira tornando os brinquedos portugueses da época, únicos.

 Outro exemplo é o período referente ao Estado Novo, onde se constata a separação de géneros, através da qual determinados brinquedos eram direcionados para menina e outros para menino.
Por fim, também é de referir o período pós 25 de abril de 1974, com o qual surgem novos materiais de fabrico de brinquedos e são implementadas normas de fabrico com regras de segurança que imprimiram nestas peças, características distintas das até então adotadas.

 É por isso fácil compreender a riqueza histórica e patrimonial destes bens e a pertinência do projeto.

 

Refª inED/2020/9

Grupo de Investigação
Data de Fim

Coordenador Interno

Membros Internos