top-banner-image

Cultura Popular em Portugal: de Almeida Garrett a António Ferro

Conference Paper

A Nação, fenómeno da modernidade, impôs a identidade nacional como uma
forma de identidade colectiva que apela a um discurso assente na unidade,
originalidade e diferença.
Para os movimentos nacionalistas que nascem fruto da ideologia liberal do
século XIX, ideologia esta que deixou de fornecer os vínculos sociais e hierárquicos
aceites pelas sociedades precedentes, os vácuos gerados foram preenchidos com
novas tradições, novas formas de identificação colectiva, “exercícios de engenharia
social muitas vezes deliberados e sempre inovadores” (1997: 22), nas palavras de
Hobsbawm e Terence Ranger.

Carla Ribeiro

Publicação

Ano da publicação: 2012

Identificadores

Títulos Alternativos