top-banner-image

Relações entre idade desenvolvimental, dimensões do comportamento adaptativo e envolvimento observado

Journal Article

Este estudo examina a relação entre variáveis de desenvolvimento, dimensões do comportamento adaptativo e o envolvimento observado (interacções da criança com os outros, com os objectos e com ela própria) em contexto de creche. Cento e vinte crianças (com idades compreendidas entre 14 e 49 meses) de 15 creches da Área Metropolitana do Porto participaram no estudo. As crianças foram observadas individualmente nas salas de actividades de forma a determinar a percentagem de tempo que passavam em diferentes níveis e tipos de envolvimento. O seu nível de desenvolvimento foi avaliado através da aplicação de uma escala. As mães avaliaram dimensões do comportamento adaptativo das crianças através de um questionário preenchido com base numa entrevista. Os resultados revelaram que as crianças passavam mais tempo envolvidas nos níveis diferenciado e atenção focalizada e que o envolvimento social era mais frequente do que o envolvimento com objectos. Todas as medidas de desenvolvimento e de comportamento adaptativo, com excepção do quociente de desenvolvimento, revelaram uma associação positiva com o nível de envolvimento sofisticado e uma associação negativa com o não envolvimento. Estas variáveis de desenvolvimento e de comportamento adaptativo estavam positivamente relacionadas com o envolvimento com pares e negativamente relacionadas com o envolvimento com o adulto. São discutidas as implicações para a investigação bem como para a prática em educação precoce.

Ana Isabel Pinto

Cecília Aguiar

Joaquim Bairrão

Publication

Year of publication: 2006

Identifiers

Alternative Titles