Investigar para inovar: as TIC do Pré-Escolar ao ensino superior

Investigadora Responsável: Paula Flores

Outros investigadores do inED: José António Costa, Margarida Marta, Mário Cruz, Marta Saracho, Sara Araújo, Susana Sá

Membros do projeto: Manuela Raposo Rivas (Universidade de Vigo)

Resumo do Projeto
As Tecnologias da Informação e do Conhecimento (TIC) são poderosos instrumentos que incluídos nos recursos educativos exigem a renovação metodológica em contexto, pelo que impõem também a construção de um perfil de educadores e de professores criativos, empreendedores e flexíveis, com domínio técnico e pedagógico em TIC para uma seleção criteriosa e aplicação correta do recurso no sentido de uma mais-valia no alcance dos objetivos educativos e da melhoria do processo de ensino e aprendizagem. Por outro lado, dado serem uma novidade nas práticas educativas, também exigem desconstrução de modelos e a recriação de outros mais dinâmicos e inovadores, pelo que este projeto é uma oportunidade na área da formação inicial de educadores e de professores para encontrarmos orientações e boas práticas de modo a que possamos formar futuros educadores e professores que respondam com qualidade aos desafios dos novos interesses e exigências sociais, mas também contribuir para a atualização de professores em exercícios promovendo a mudança na educação de um modo geral.
Neste sentido, este projeto tem enfoque nas práticas educativas pela inclusão das TIC e prevê reflexões críticas narradas pelos educadores e professores em formação e em serviço, a nível nacional e internacional, recolha de informação por inquérito e entrevistas, análise da informação pelos investigadores do projeto e sua divulgação. Deste modo, pretende-se compreender a estrutura metodológica adaptada ao contexto educativo, face à integração de recursos digitais inovadores, para desenhar a renovação pedagógica; pretende-se compreender o impacto das mesmas nos alunos (desempenho, motivação, resultados, processo de aprendizagem …..), na escola, na família e comunidade para selecionar recursos que correspondem a uma mais-valia na educação; pretende-se, ainda, observar a inclusão das TIC do ponto de vista do professor em formação, do professor em serviço, e o impacto das mesmas no professor que as aplica para construir planos formativos adequados às necessidades dos aprendentes nos contextos. Assim, esperamos poder contribuir para a mudança e a recriação do novo paradigma educativo formando professores que dão respostas aos novos cenários educativos.